quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

A MAIS BELA E MAGNÍFICA NOITE QUE O MUNDO JÁ VIU!

J á nasceu cheio de paz e harmonia...
E sperança que brotou do amor! 
S ua autoridade ninguém sentia... 
U nião entre os homens, ele queria! 
S ó reinou com graça e sabedoria! 

J esus veio ao mundo 
E nsinar, orar e partilhar. 
S enhor da paz e da esperança, 
U m Deus desde criança... 
S eu nome é Amor. Sua missão é Amar!


M ãe do Filho do Criador
A mor que se fez mulher 
R ainha da paz até na dor... 
I nsistiu em sua crença, sua fé!  
A ssim foi a Maria de Nazaré!



Juju Porcino Loureiro


“NOSSA SENHORA, MINHA MÃE, CONDUZA-ME ATÉ A GRUTA DE BELÉM, E
FAÇA-ME APROFUNDAR NA CONTEMPLAÇÃO DO GRANDE E SUBLIME 
EVENTO QUE ESTÁ PARA ACONTECER NO SILÊNCIO DA  MAIS BELA E MAGNÍFICA NOITE QUE O MUNDO JÁ VIU!” 
(Pe. Pio)



Boas Festas, um Natal cheio de amor e paz. Um Ano Novo de 
alegrias, felicidades e sucessos!
Até a volta meus amigos!
Juju

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

ANIVERSÁRIO DE MEU PAI



O “S” me encanta quando...


No campo, no mar e na serra
A brisa suave sopra com alegria
Os pássaros saúdam a terra
Nasce o sol... surge o dia!



O mar sereno e transparente
Suntuoso palco da harmonia
Abraça os peixes suavemente
Numa sonora sinfonia!



É setembro! A primavera ensina...
Numa sequência de perfume e cor
Que a Sapiência é sabedoria Divina
Pois transforma a semente em flor!



Nesse grandioso santuário
Para ouvir o som do amor
Devo ser pra Jesus, um sacrário...
Partilhando o sonho, a alegria e a dor!



Quando Silfrédio, meu pai querido
Foi se encontrar com a real Santidade...
Depois de todo sofrimento vivido
Nos deixou... pra virar saudade!



Juju Porcino Loureiro





“Saudade é um sentimento que quando não cabe no coração,  escorre pelos olhos.” 
(Bob Marley)





MEU PAI, SE ESTIVESSE VIVO, HOJE FARIA 86 ANOS DE IDADE!
QUE DEUS O ACOLHA ETERNAMENTE EM SEUS BRAÇOS!


domingo, 27 de novembro de 2011

TRIO DA “FELICIDADE”



Quando abro o portão
De minha faculdade
Vejo o trio da recepção
Com cara de felicidade!


Rita e Zeze são mais sérias,
Joana é descontraída e conta piadas...
Nas viagens, nas festas e nas férias
Ela faz todo mundo dar risadas!


Assim os dias vão passando
Com o mesmo som e cadência
A escola da vida vai doutorando
Os que dominam uma ciência...!


Essas “meninas” são ativas...
E de fácil convivência,
Joana, Rita e Zeze são divas
Da luta, da amizade e da persistência!


Juju Porcino Loureiro 







“A alegria e o amor são as duas grandes asas para os grandes feitos. 

Elas não estão nas coisas: estão em nós.” 

(Goethe)

domingo, 20 de novembro de 2011

MINHA FACULDADE



Estou fazendo um curso novo e diferente
Cheio de esperança, otimismo e solidariedade
Isso me deixa muito bem, satisfeita e contente...
Porque se respeita as experiências que vem com a idade.
E eu... estou feliz, bem feliz! 


Eu faço felicidade! 

Juju Porcino Loureiro




Nomes das turmas de Minha Faculdade:
Otimismo
Esperança
Equilíbrio
Solidariedade
Perseverança


UMA FACULDADE PARA PESSOAS ETERNAMENTE JOVENS...




"Todo o bem que eu puder fazer, toda a ternura que eu puder
 demonstrar a qualquer ser humano, que eu os faça agora,
 que não os adie ou esqueça,
pois não passarei duas vezes pelo mesmo caminho." 

(James Greene)





terça-feira, 15 de novembro de 2011

QUIETUDE




HOJE ACORDEI CANTANDO ESSA MÚSICA...
É IMPRESSIONANTE, MAS ELA NÃO SAI DE MINHA CABEÇA 
NEM DE MINHA BOCA...

"QUIETUDE

Foi vendo as coisas que eu vi, foi procurando entendê-las
foi contemplando as estrelas que eu aprendi a rezar.
Foi perguntando por Ti e se é verdade que existes,
que não nos queres ver tristes que eu comecei a cantar.

Foi no balanço das ondas foi no murmúrio do mar.
Foi vendo o vento que vinha, voltar levando as nuvens consigo.
Foi onde as águas se encontram e os rios entram no mar.
Que eu aprendi novamente a rezar, e me tornei Teu amigo.

Foi quando as folhas farfalham numa algazarra sem par, foi quando as aves a tagarelar vão procurar seu abrigo.
Foi quando a tarde se esconde lá no outro lado do mar,
que eu comecei, de repente, a chorar, e me tornei Teu amigo.

Foi vendo nuvens e rios e vento e chuva e luar.
Foi vendo o sol lá no céu a brilhar, iluminando os meus dias.
Foi vendo os grandes mistérios, que ninguém sabe explicar. Foi vendo a vida teimando em voltar, que eu descobri que existias."

(Pe Zezinho) 




‎"Há certas horas, em que não precisamos de um amor, não precisamos da paixão desmedida, não queremos beijo na boca e nem corpos a se encontrar na maciez de uma cama. 
Há certas horas, que só queremos a mão no ombro, o abraço apertado ou mesmo o estar ali, quietinho, ao lado, sem nada dizer...."

(William Shakespeare)

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

NOSSA CASA DE PRAIA



VERÃO NO ARAUÁ


Lugar belo e encantador
Cheio de brilho e magia
A casa cheia de gente e calor
Mas nem sempre reina alegria!

Tem um tal de se encostar
E esperar tudo na mão...
Desse jeito é muito bom
Ir pra Ilha no verão!

O que era pra ser descanso
Virou estresse e cansaço
Trabalho muito e constante
Exige nervos de aço!

Elaborei umas equipes
Para o trabalho fluir
Veio o Imperador da casa
E tentou me diminuir...

O churasco seria o almoço,
O camarão pra tira-gosto
Mas ele fez um alvoroço...
E eu... sai do meu posto!

Ganha-se preocupação
Perde-se a privacidade...
Pra curtir, beber e se exibir
Vem gente de toda idade.

A pia não para limpa
Os banheiros... também não
Tem muita gente pesada
Que deixa os copos no chão.

Quando a noite chega
Meu corpo fica sensível...
Penso em dormir até tarde
Que pena!... Isso não é possível!

Depois dos cinqüenta janeiros
Os coroas vão descendo...
Enquanto os mais jovens
Fingem que não estão vendo!

Antes, durante e depois
Tem trabalho de montão
Quando as visitas vão embora...
Vem a faxina, a arrumação!

Lidar com gente é difícil
Não adianta fazer planilha.
A “dona de casa” sofre
Quando reúne a família...

E agora meu caro botão
Venho a te me confessar
Que no próximo verão
Também vou veranear!

Até lá!



quarta-feira, 2 de novembro de 2011

E ELES SE FORAM




M uitos ainda não sabem, mas...
A njos não moram na terra, é o que se diz
R evejo seus dias passados e... os meus
T ambém penso em você, agora feliz
A joelhada a conversar com Deus.


S audades! Irmãs deixam saudades!
I sso é mais que um pensamento...
L embrar, me faz reviver
M omentos que passaram aqui...
A ntes de enfeitar o firmamento!


E ra uma manhã de verão
D e reunião e alegria...
S abendo que ia viajar
O meu irmão... de todos se despedia
N aturalmente... pra nunca mais voltar!






“A morte não é o fim, simplesmente é o início de uma vida sem a pessoa que perdemos.” 

(Tiago Augusto da Cunha) 

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

***** BODAS DE OURO *****

C omo dois pombinhos felizes,
A inda vivem o casamento.
N ascidos um para o outro
D ecidiram num juramento,
I luminar essa união...
D iante do altar de Deus,
A lmejando graças e proteção.

E cinqüenta anos se passaram...

S omente quem é capaz,
I magina a dedicação...
L ongos anos se passaram
F eitos de amor e emoção
R evivendo todos os dias
E rros, acertos, sonhos e dor
D izendo a todo instante,
I nfinito e grande é o amor! 
Obrigada meu Deus e Senhor!

Juju Porcino Loureiro (26/07/2000)




"Nada é pequeno no amor. Quem espera as grandes ocasiões para provar a sua ternura não sabe amar."
(Laure Conan)


"Não ame pela beleza, pois um dia ela acaba. Não ame por admiração, pois um dia você se decepciona. Ame apenas, pois o tempo nunca pode acabar 
com um amor sem explicação."


DEVO ME AUSENTAR POR ALGUNS DIAS... MAS NÃO VOU ME ESQUECER DE VOCÊS.
ASSIM QUE CHEGAR FAREI MINHAS VISITAS...
ATÉ A VOLTA E FIQUEM COM DEUS!!!

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

BRINCADEIRA DE CRIANÇA

 R$ 130,00 POR QUATRO BISCOITOS

A turma jovem e animada
Começou uma brincadeira
Pra não ficar parada...
Veio o festival de besteira.

Quatro biscoitos de sal
Pra comer em um minuto
Foi uma ideia genial
Ah! Isso eu vi e até discuto...

Jaciara, a mais apressada
Enfrentou a comilança...
Não aguentou a parada
Nem aumentou sua finança.

Juliana com sua euforia
Disse que aquilo era fichinha
Mas logo veio a sede, a agonia
E... deu adeus para a graninha.

Bruno achou que ia conseguir
Mas também não finalizou
Ricardo começou a agir
E Victor com ele se solidarizou...

Achando que seu pai tinha fome
Entregou-lhe seu lanchinho
Essa tenra atitude de homem
Foi uma demonstração de carinho.

Lipe, Aline, Brisa e Camilinha
Pareciam umas gigantes feras!
Com as bocas cheias de farinha...
Mas a grana que era boa, já era!

Até Marta entrou na brincadeira
Mastigou três biscoitos e... parou!
Patrícia foi a derradeira
Teve classe, mas também não ganhou!

Pra história terminar
Vou mostrar a classificação:
Bruno e Ricardo, primeiro lugar
Lipe, Marta e Patrícia, segunda colocação.

Isso aconteceu na Ilha
Numa tarde quente de verão
Parece até uma cartilha...
Uma verdadeira lição.

Veja só, meu companheiro!
Ouça com muita atenção:
Forma segura de ganhar dinheiro,
Não tem jeito... é investir na educação!

Juju Porcino Loureiro


“Todas as grandes personagens começaram por serem crianças, mas poucas se recordam disso.” (Exupery
“O que é um adulto ? Uma criança de idade.” (Simone de Beauvoir)

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

HOMENAGEM AOS MEUS PAIS


EU ENSINEI... 


Que avós são os pais de nossos pais 
E devem ser tratados com muito amor 
Porque eles merecem muito mais... 
Que respeito, atenção e calor! 

Por tudo que foram e viveram 
Por tudo que ainda passarão 
Porque as forças se exauriram 
Avisando que dias piores virão... 

E assim... o vovô faleceu 
Depois de lutas, dores mas... muita fé! 
Hoje... a vovó não sabe quem eu sou 
Mas... eu sei bem quem ela é! 

Juju Porcino Loureiro 

"São nos momentos de ausência que vemos o quanto nos faz falta aquele carinho que antes pouco importava" 


PARA ALGUNS SERES ESPECIAIS

“Tenha sempre presente,
que a pele se enruga,
que o cabelo se torna branco,
que os dias se convertem em anos,
mas o mais importante não muda !

Tua força interior e tuas convicções não tem idade.
Teu espírito é o espanador de qualquer teia de aranha.

Atrás de cada linha de chegada, há uma de partida.
Atrás de cada trunfo, há outro desafio.

Enquanto estiveres vivo, sente-te vivo.
Se sentes saudades do que fazias, torna a fazê-lo.
Não vivas de fotografias amareladas.
Continua, apesar de todos esperarem que abandones.
Não deixes que se enferruje o ferro que há em você.
Faz com que em lugar de pena, te respeitem.

Quando pelos anos não consigas correr, trota.
Quando não possas trotar, caminha.
Quando não possas caminhar, usa bengala.
Mas nunca te detenhas !

(Madre Teresa de Calcutá)

sábado, 24 de setembro de 2011

NADA É...


Nada é tão triste
Nada é tão massacrante
Que o ódio, a injustiça e...
Uma pessoa fria e pedante.

Jesus... o homem mais poderoso
Pregou o amor e a igualdade
Nos deixou sua bela lição
Mostrando a força da humildade.

Nada é tão forte
Nada é tão perfeito
Que partilhar o bem
O carinho e o respeito.

Nada é tão eterno
Nada é tão sublime
Do que o amor fraterno
Que une, abençoa e redime!


Juju Porcino Loureiro

"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.
"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.
"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.
"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.
"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.
"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.
"Diabético" é quem não consegue ser doce.
"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.
E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois:
"Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus."
 ( Mario Quintana )
..."Há muitas pessoas de visão perfeita que nada vêem"...
"O ato de ver não é coisa natural. Precisa ser aprendido"... 
(Rubem Alves)

domingo, 18 de setembro de 2011

OLGA... A GRANDE MATRIARCA


Noventa e cinco anos é sua idade
Mas sua mente é genial.
Olga... você é raridade
Um fenômeno matriarcal!

Amor, carinho e amizade
Marcam sua nobre existência
Exuberante sua naturalidade
Sua fé... sua paciência!

Todo mundo tem talento
É presente do Criador,
Basta aproveitar o momento
De luz, beleza e calor.

Seu comportamento é perfeito
Encantadora é sua energia...
Ouve, vê e fala de um jeito
Daqueles que amam a poesia.

Juju Porcino Loureiro




"A todos os que sofrem e estão sós, dai sempre um sorriso de alegria. 
Não lhes proporciones apenas os vossos cuidados, mas também o vosso coração."



sábado, 17 de setembro de 2011

FELIZ ANIVERSÁRIO MANO




E festa! festa! festa...!
D ia comemorado!
U m menino nasceu...
A bençoado e bem dotado!
R evendo sua fama, suas ações,
D e tanto provocar emoções...
O nde passa... arrasa os corações! 

Que DEUS o proteja, ilumine, abençoe e o ajude hoje,
amanhã e em todos os dias de sua vida!!! 

PARABÉNS E FELICIDADES MIL!!! 


Juju Porcino Loureiro



“FELIZ ANIVERSÁRIO É:


FELICIDADE: ao máximo!
SERENIDADE: em cada amanhecer!
ÊXITO: em cada fase da tua vida!
BONS AMIGOS: para todas as horas!
AMOR: que nunca termine!
BOAS LEMBRANÇAS: de tudo o que foi vivido!
UM BONITO HOJE: com muito para agradecer!
UM CAMINHO: que te guie até um grandioso futuro!
SONHOS: se convertendo em realidade!”
(Desconheço a autoria)




“A vida pode não ser a festa que esperávamos, mas uma vez que estamos aqui,
 temos que comemorar.”

terça-feira, 13 de setembro de 2011

O CORPO DE MULHER




Visitando os blogs... vi este texto que gostei muiiiito, por isso vou transcreve-lo:

"Opinião de um homem sobre o corpo feminino!

Não importa o quanto pesa.
É fascinante tocar, abraçar e acariciar o corpo de uma mulher.
Saber seu peso não nos proporciona nenhuma emoção.

Não temos a menor idéia de qual seja seu manequim.
Nossa avaliação é visual, isso quer dizer, se tem forma de guitarra... está bem.
Não nos importa quanto medem em centímetros - é uma questão de proporções, não de medidas.

As proporções ideais do corpo de uma mulher são: curvilíneas, cheinhas, femininas....
Essa classe de corpo que, sem dúvida, se nota numa fração de segundo.
As magrinhas que desfilam nas passarelas, seguem a tendência desenhada por estilistas que, diga-se de passagem, são todos gays e odeiam as mulheres e com elas competem.
Suas modas são retas e sem formas e agridem o corpo que eles odeiam porque não podem tê-los.

Não há beleza mais irresistível na mulher do que a feminilidade e a doçura.
A elegância e o bom trato, são equivalentes a mil viagras.

A maquiagem foi inventada para que as mulheres a usem.
Usem! Para andar de cara lavada, basta a nossa.
Os cabelos, quanto mais tratados, melhor.

As saias foram inventadas para mostrar suas magníficas pernas.. Porque razão as cobrem com calças longas?
Para que as confundam conosco?
Uma onda é uma onda, as cadeiras são cadeiras e pronto.
Se a natureza lhes deu estas formas curvilíneas, foi por alguma razão e eu reitero: nós gostamos assim.
Ocultar essas formas, é como ter o melhor sofá embalado no sótão.

É essa a lei da natureza... que todo aquele que se casa com uma modelo magra, anoréxica, bulêmica e nervosa logo procura uma amante cheinha, simpática, tranqüila e cheia de saúde.

Entendam de uma vez!
Tratem de agradar a nós e não a vocês.
Porque, nunca terão uma referência objetiva, do quanto são lindas, dita por uma mulher.
Nenhuma mulher vai reconhecer jamais, diante de um homem, com
sinceridade, que outra mulher é linda.

As jovens são lindas... mas as de 40 para cima, são verdadeiros pratos fortes.
Por tantas delas somos capazes de atravessar o atlântico a nado.
O corpo muda... cresce.
Não podem pensar, sem ficarem psicóticas que podem entrar no mesmo vestido que usavam aos 18.
Entretanto uma mulher de 45, na qual entre na roupa que usou aos 18 anos, ou tem problemas de desenvolvimento ou está se auto-destruindo.

Nós gostamos das mulheres que sabem conduzir sua vida com equilíbrio e sabem controlar sua natural tendência a culpas.
Ou seja, aquela que quando tem que comer, come com vontade (a dieta virá em setembro, não antes; quando tem que fazer dieta, faz dieta com vontade (não se saboteia e não sofre); quando tem que ter intimidade com o parceiro, tem com vontade; quando tem que comprar algo que goste, compra; quando tem que economizar, economiza.

Algumas linhas no rosto, algumas cicatrizes no ventre, algumas marcas de estrias não lhes tira a beleza.
São feridas de guerra, testemunhas de que fizeram algo em suas vidas, não tiveram anos 'em formol' nem em spa... viveram!
O corpo da mulher é a prova de que Deus existe.
É o sagrado recinto da gestação de todos os homens, onde foram alimentados, ninados e nós, sem querer, as enchemos de estrias, de cesárias e demais coisas que tiveram que acontecer para estarmos vivos.
Cuidem-no! Cuidem-se! Amem-se!

A beleza é tudo isto."

( Paulo Coelho)



"Uma mulher bonita não é aquela de quem se elogiam as pernas ou os braços, mas aquela cuja inteira aparência é de tal beleza que não deixa possibilidades para admirar as partes isoladas."(Sêneca)

sábado, 10 de setembro de 2011

QUANDO...


Quando a tristeza aparece 
Quando as coisas se complicam 
Quando o céu azul escurece 
Os olhos choram... os lábios suplicam! 

Suplicam ao Rei da Vida... 
Do mundo, do poder e da glória 
Pra fazer nova partida 
Mudando o rumo da história. 

Quando tudo é maravilha... 
Quando o ódio é varrido 
Quando o amor reina e brilha 
Tudo fica colorido. 

Então vejo com transparência 
A dor, o desespero e as alegrias 
Que escrevem com paciência 
A saga dos nossos dias. 

A natureza que me encanta 
E alimenta os dias meus 
É ela... a verdadeira Mãe Santa 
Mas... também é filha de Deus! 

Quando agradeço os presentes 
E tudo que os céus me deu... 
Quando amo a vida e os entes 
Vivo a paz... um eterno jubileu! 

Juju Porcino Loureiro
“Jamais se desespere em meio as sombrias aflições de sua vida, pois das nuvens mais negras cai água límpida e fecunda.” 
(Provérbio Chinês)
“Sonhe como se fosse viver para sempre, viva como se fosse morrer amanhã.” 
(James Dean) 

“Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito.” 
(Machado de Assis)

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

EU SOU O QUE GOSTO




Sou música romântica sob a luz do luar 

Sou flores coloridas e perfumadas 

Sou platéia pra quem quiser cantar. 

Sou arco-íris depois de uma chuvarada 

Sou praia num dia de verão 

Sou chocolate quente nas noites frias de inverno 

Sou silêncio, sou luz, sou vida e sou emoção. 

Sou justiça, sou paz, sou sol, sou amor materno 

Sou datas marcantes, sou celebração 

Sou família reunida em clima de folia 

Sou trio elétrico, sou viagem, sou alegria 

Sou esposa, sou mãe, sou pai e sou poesia! 

Juju Porcino Loureiro 


"Acho impossível que um indivíduo contemplando o céu 
possa dizer que não existe um Criador. " 
(Abraham Lincoln)

"Não existe ninguém igual a você. Deus quis você único" 
(Fernando Toscano)

sábado, 3 de setembro de 2011

PRESENTE DE ANIVERSÁRIO



SONETO PARA D’AJUDA

E veio o ocaso de mais um dia 
 E a passarada madrugando
 Num novo dia que aparecia
 Sua primavera anunciando 

Estes versinhos estou compondo
 Pássaros, madrugada ainda em flor, 
 Com pobreza, eu vou rimando,
 Mas, com grande força interior! 

Desta forma singular,
 Dedico-lhe este soneto
 Como uma forma de amar! 

Isto mesmo, meu amor,
 Um beijo, um abraço ... e
 O que está faltando... esta flor! 

03.setembro.l984 
Fernando Loureiro



Obrigada meu amor, você é ímpar!
Te amo D +!!!



“Um amor bem verdadeiro, uma vida bem íntima com uma mulher, a quem se queira como amante, que se estime como irmã, que se venere como mãe, que se proteja como filha, é evidentemente o destino mais natural ao homem, o complemento da sua missão na terra.” (Júlio Dinis)



quarta-feira, 31 de agosto de 2011

O ANÚNCIO



Olavo Bilac
(A função do poeta)

“O dono de um pequeno comércio, amigo do grande poeta Olavo Bilac, abordou-o certa vez na rua: 
- Sr. Bilac, estou a precisar vender a minha propriedade, que o Senhor tão bem conhece. Poderia, por gentileza, redigir o anúncio para a venda no jornal? 
Olavo Bilac apanhou o papel que o amigo lhe estendia e escreveu:


           VENDE-SE  ENCANTADORA  PROPRIEDADE

"Vende-se encantadora propriedade, onde cantam os pássaros ao amanhecer no extenso arvoredo. Cortada por cristalinas e marejantes água de um ribeiro. A casa, banhada pelo sol nascente, oferece a sombra tranqüila das tardes, na varanda".

“Meses depois, o poeta reencontrou o comerciante e perguntou-lhe se havia conseguido vender a propriedade”.
- Nem pense mais nisso Sr. Bilac! Quando li o anúncio que o senhor escreveu é que percebi a maravilha que tinha nas mãos.”

“Às vezes não descobrimos as coisas boas que temos conosco e vamos longe atrás de miragens e falsos tesouros.

Valorize o que você tem. A pessoa que está a seu lado, os amigos que estão junto a você, o emprego que Deus lhe proporcionou, o conhecimento adquirido, a sua saúde, o sorriso...Enfim, tudo aquilo que Nosso Senhor nos oferece diariamente para o nosso crescimento espiritual.”

Gosto muito de postar o que faço, mas nem sempre o que faço está à altura de uma homenagem!
Boa Tarde, fiquem com Deus, e voltem sempre!
Juju Porcino Loureiro

domingo, 28 de agosto de 2011

DEPOIMENTO DE NANDA



Minha mãe me disse: 
Filha, um livro eu vou fazer...! 
Gostaria que você escrevesse algo... 
Pra meu trabalho enriquecer. 
E insistiu pra eu não esquecer... 

Juro que tentei, tentei e... como tentei! 
Falar é fácil, conseguir é outra história. 
Pensei, pensei e ... até suei! 
Mas as rimas fugiam da minha memória...! 

Desculpe Mamãe! 
Não sei o que escrever... 
Mas em tudo, por tudo e com tudo... 
EU AMO VOCÊ!

Fernanda Loureiro

Obrigada Filha, adorei! 
Muito booommmmm !



"Que ninguém se engane, só se consegue a simplicidade através de muito trabalho."

(Clarice Lispector)

sábado, 27 de agosto de 2011

GOTA OU TENDINITE?



Do nada... não podemos nada...
E não adianta reclamar!
Até mesmo quando se está preparada
Aparece algo para incomodar...

Me deitei serena, sonolenta, leve e calma
Depois de fazer o jogo, com muita paciência
Acordei com dor no pé... doía até a alma
E... fui parar no hospital, na emergência.

Blá-blá-blá, espera, consulta e RX
O meu pé foi apalpado e analisado
Tendinite brava... fiquei infeliz
Não teve jeito, o pé foi enfaixado...

Mesmo assim o pé doía, latejava, esquentava
“É assim mesmo!” Meu pensamento repetia...
Os dias passavam e eu sempre falava
“Vai passar”! Amanhã... amanhã é outro dia.

Resolvi então, voltar para emergência
O plantonista era outro e fiquei na bancarrota
Pois com firmeza, segurança, ciência e consciência
Disse: “Senhora... o seu problema é gota!”

Fazer diagnóstico não é fazer vagonite
É necessário ter numerosos dados...
Para não confundir gota com tendinite
Bom mesmo... é ter muitos cuidados...

É preciso ficar informado
Pois nem tudo que parece é...
Tem muita doença malvada
Que lesa até... o dedão do pé.

Nossa Mãe! Que confusão...!
Não tenho gota nem tendinite
O que maltrata o meu dedão
É a danada da sesamoidite!

Juju Porcino Loureiro

“Como qualquer calouro de medicina aprende ao entrar na faculdade, para tratarmos uma doença, antes temos de diagnosticá-la corretamente. Tratando catapora como sarampo, as chances de sucesso caem bastante.” (Ricardo Amorim)

Sesamoidite apresenta-se como dor localizada sob os ossos sesamóides. Ossos sesamóides são dois pequenos ossos que se localizam embaixo da cabeça do I metatarso. Apresentam o formato de um grão de feijão e atuam como braço de alavanca do tendão flexor do halux (do dedão) e participam do desprendimento do pé na passada.




quarta-feira, 24 de agosto de 2011

ESSA HISTÓRIA FOI A MINHA RESPOSTA...


Um jovem cheio de sonhos e sentimentos tinha como objetivo resgatar a poesia. Determinado... partiu para um lugar calmo, cheio de encantos e belezas naturais.
O clima, o ar puro e a hospitalidade do povo era um convite para fazer dali sua morada e dar início a sua difícil luta.
Para conhecer as pessoas da cidade, começou a frequentar festas; participar de reuniões, cultos, missas; visitar escolas, clubes, associações e conversar muito com os moradores do lugar.
Na realidade ele queria saber por que lá, na “Terra do Poetas”, ninguém gostava de poesias.
- A poesia é decadente! Queremos coisas novas... coisas modernas...! Diziam.
E os mais rudes falavam:
- A poesia já era, morreu e está enterrada, acabou...!
Isso tudo era o que mais ouvia.
- Que coisa triste, quanta falta de emoção, quanta pobreza!
Pensava o jovem sonhador que... começou a agir bem rápido...
Convidou toda a comunidade para uma festa surpresa.
A curiosidade foi tamanha que a praça ficou superlotada. Parecia dia de festa!
Naquela noite “tudo” contribuiu para o sucesso daquele encontro especial...
O jovem emocionado e confiante pegou o microfone, cumprimentou o público e depois... depois? Foi bruscamente interrompido por um garoto que, extasiado de emoção, falava:
“Moço, moço, oh moço!
A lua está brilhando lá do outro lado do mar.
Se eu fosse um gigante, ligeirinho, chegava lá...
Pegava aquela bolona e começava a chutar e
Com meu irmãozinho eu ia brincar!”
- A criança se calou e reinou o silêncio. Silêncio total...!
O jovem então falou:
- Acabamos de ouvir uma linda explosão de sentimentos, uma verdadeira lição... esse garoto nos fez sentir como é bela a expressão da simplicidade. Meus amigos... isso é POESIA!!!
A poesia está presente na fé do idoso, na experiência do adulto, na energia do jovem, no sorriso da criança, no canto dos pássaros, no ronco do trovão, no brilho do sol, no encanto da lua e em toda a natureza.
Como matar a poesia? Por quê? Se ela está em todos os lugares e em todas as coisas?
O que falta, meus irmãos, é o olhar afetivo, a coragem e a vontade para externar os pensamentos de forma clara e emocional.
A poesia é a expressão do belo, da verdade, da fé, da esperança e do amor.
Vamos ter orgulho do nome de nossa cidade! Vamos valorizar a poesia...! Boa Noite e Muito Obrigado!
- O jovem foi muito aplaudido e a POESIA A ESTRELA VENCEDORA!
Aí, Juju chegou, pediu licença e disse:

Eu vejo a poesia na nossa amizade
No amor que une as pessoas
Nos alunos de nossa faculdade
No corre-corre e nas coisas boas.
Vejo a poesia na minha família
Nas pessoas de qualquer idade
Nos livros de Vanda e Odília
E nas aulas do professor Abbade.
Juju Porcino Loureiro

"As coisas mais simples da vida são as mais extraordinárias,
e só os sábios conseguem vê-las." 

domingo, 21 de agosto de 2011

MINHA ORAÇÃO



Eu vi a obra mais fascinante, mais esplêndida e grandiosa que um ser humano pode ver...
Vi a imensidão do mar, o relevo das montanhas, a beleza dos jardins, a elegância das mangueiras, a imponência das palmeiras.
Vi pássaros e borboletas que dançavam no rítmo de suas próprias canções.
Vi os galhos das árvores numa coreografia ímpar e relaxante.
Vi a beleza das flores, a harmonia dos tons e o matizado das cores.
Vi o sol brilhar várias vezes depois das chuvas passageiras.
Vi o sorriso fraterno e acolhedor das irmãs do convento.
Tudo que vi, ouvi e senti... foi como se o Pai dissesse:
Tudo isso foi feito pra você... é seu!
Pela sua ciência, pintura, arte, arquitetura e principalmente pelo seu amor...

Obrigada meu Pai do Céu! 
Perdão por todas as vezes que deixei de valorizar e preservar a natureza! 
Amém!

Juju Porcino Loureiro


“Quando tudo cala só Deus fala!”

sábado, 20 de agosto de 2011

CELEBRANDO O AMOR


Deus fez do amor um grande feito
E o colocou em nosso peito
Pra provar que desse jeito
Ele é força, é fé... É perfeito!

Numa linda tarde de verão
Ele nos deu a sua benção!
Hoje, lhe pedimos luz e proteção
Pro nosso amor ser doação.

Prá rotina não ser chata
Vamos ficar na torcida
Depois das Bodas de Prata
A união é mais querida!

Amor é carinho, é ternura, é ação
É sentimento que vira canção.
E numa serenata de emoção
Cantaremos com animação:

Viva nossas Bodas de Prata
De sonhos, cumplicidade e calor!
Pela nossa união, eu sou grata!
Obrigada meu Jesus Redentor!


Juju Porcino Loureiro 


"Não ame pela beleza, pois um dia ela acaba. Não ame por admiração, pois um dia você se decepciona. Ame apenas, pois o tempo nunca pode acabar com um amor sem explicação." 
(Madre Teresa de Calcutá)

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

NOSSOS DIAS DE PRATA




M arcante é o amor que brilha
A qui no nosso sólido lar.
R etalhos de sentimentos formam trilhas,
I deal pra família viajar, e...

A travessar um mar de maravilhas.

D isciplinadora é a boa convivência
A gente vai vivendo sem ostentação.
J untos, analisamos nossa convivência,
U sando a fé, o diálogo e a emoção.
D epois... tudo é só felicidade,

A Boda de Prata já é: ... realidade! 


E passaram 25 anos de cumplicidade!


L
á longe... bem distante...

O s anjos felizes e contentes... 
U nindo suas vibrações constantes
R ezam em tons firmes; suplicantes...

E o fazem por todos os seus entes.
I ncentivos animadores, é o que retrata... e
R egem nossas vidas triunfantes
O rnando e coroando nossos dias de prata!



Para mim DEUS é tudo; 
A vida é OURO; 
E meu casamento é PRATA!!

Juju Porcino Loureiro


“As pessoas entram em nossa vida por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem.”

"Ser lembrado é acima de tudo um agradecimento que deve ser retribuído com um obrigado muito especial.. feito de dentro para fora, do coração para o mundo"

(Vinítius Sales)

Obrigada pelo carinho de todos que passam por aqui e deixam seus comentários.

Voltem sempre e fiquem com DEUS!