terça-feira, 15 de novembro de 2011

QUIETUDE




HOJE ACORDEI CANTANDO ESSA MÚSICA...
É IMPRESSIONANTE, MAS ELA NÃO SAI DE MINHA CABEÇA 
NEM DE MINHA BOCA...

"QUIETUDE

Foi vendo as coisas que eu vi, foi procurando entendê-las
foi contemplando as estrelas que eu aprendi a rezar.
Foi perguntando por Ti e se é verdade que existes,
que não nos queres ver tristes que eu comecei a cantar.

Foi no balanço das ondas foi no murmúrio do mar.
Foi vendo o vento que vinha, voltar levando as nuvens consigo.
Foi onde as águas se encontram e os rios entram no mar.
Que eu aprendi novamente a rezar, e me tornei Teu amigo.

Foi quando as folhas farfalham numa algazarra sem par, foi quando as aves a tagarelar vão procurar seu abrigo.
Foi quando a tarde se esconde lá no outro lado do mar,
que eu comecei, de repente, a chorar, e me tornei Teu amigo.

Foi vendo nuvens e rios e vento e chuva e luar.
Foi vendo o sol lá no céu a brilhar, iluminando os meus dias.
Foi vendo os grandes mistérios, que ninguém sabe explicar. Foi vendo a vida teimando em voltar, que eu descobri que existias."

(Pe Zezinho) 




‎"Há certas horas, em que não precisamos de um amor, não precisamos da paixão desmedida, não queremos beijo na boca e nem corpos a se encontrar na maciez de uma cama. 
Há certas horas, que só queremos a mão no ombro, o abraço apertado ou mesmo o estar ali, quietinho, ao lado, sem nada dizer...."

(William Shakespeare)

15 comentários:

  1. "Ser lembrado é acima de tudo um agradecimento que deve ser retribuído com um obrigado muito especial.. feito de dentro para fora, do coração para o mundo"
    (Vinítius Sales)
    Obrigada pelo carinho de todos que passam por aqui e deixam seus comentários.
    Voltem sempre e fiquem com DEUS!

    ResponderExcluir
  2. Olá Amiga. Desculpe a falta! Tive problemas com comentários e acabei me perdendo de vc. Olha! estou feliz por estar aqui novamente. Ver essas belas imagens.Adorei a postagem! Belos versos de Pe. Zézinho. Desejo pra vc um lindo feriado! Todo carinho e paz pra vc. Bjos.

    ResponderExcluir
  3. Olá querida,
    A letra da música é lindíssima! Ninguém pode negar a existência de Deus diante da magnitude da natureza.
    E Shakespeare foi muito sábio em seu pensamento, pois há momentos em que somente desejamos um afago e um ombro para nos acalentar e apoiar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Olá Juju, Que bela música! Abraços, Sueli

    ResponderExcluir
  5. ... bem, Juju... um olhar parceiro ameniza todo e qualquer problema que possamos ter!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  6. Boa noite Juju, fiquei feliz com tua visita e comentário, vim também te visitar e fui recebida pela música do Padre Zezinho, lembrei da adolescência, juventude...os grupos de jovens sonhadores, que queriam mudar o mundo... Adorei amiga! Te sigo e voltarei sempre, lindas mensagens! Uma abençoada noite!

    ResponderExcluir
  7. Oi Juju. Gosto muito das músicas do Pe. Zezinho. Gostei de seu blog também e estou seguindo. Obrigada pela visita e tenha um restinho de semana iluminado!

    ResponderExcluir
  8. Oi Juju, que lindo os versos do Pe. Zezinho.Tanta sabedoria e tanta esperança!
    Esta quietude do texto de Shakespeare é que almejo no momento.
    Parabéns pelo belíssimo post.
    Deixo aqui meu carinho e meu desejo de dias ensolarados e felizes para você, cara amiga.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  9. oi linda amiga, passando para matar a saudades de seus lindos poemas! beijos carinhosos

    ResponderExcluir
  10. "Mesmo que a palavra "obrigado" signifique tanto... não expressará por inteiro o quanto seus gestos, atenciosos e delicados, são importante para mim.

    QUERIDOS AMIGOS,
    ... SÓ UMA PALAVRA: OBRIGADA!!!
    FIQUEM COM DEUS E VOLTEM SEMPRE!!!

    ResponderExcluir
  11. As músicas do Pe.Zezinho são realmente lindas e com belos ensinamentos,parabéns.

    ABRAÇO CARINHOSO E FRATERNAL ...

    GIOVANA

    ResponderExcluir
  12. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Flores no Jardim. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Gosto muito dessa música de Pe. Zezinho, ela fala ao meu coração. Amiga, suas postagens são sempre puras e lindas. Continue assim. Beijos e bom final de semana.

    http://tendadaspalavras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. "Mesmo que a palavra "obrigado" signifique tanto... não expressará por inteiro o quanto seus gestos, atenciosos e delicados, são importante para mim.

    QUERIDOS AMIGOS,
    ... SÓ UMA PALAVRA: OBRIGADA!!!
    FIQUEM COM DEUS E VOLTEM SEMPRE!!!

    ResponderExcluir

"Ser lembrado é acima de tudo um agradecimento que deve ser retribuído com um obrigado muito especial.. feito de dentro para fora, do coração para o mundo"

(Vinítius Sales)

Obrigada pelo carinho de todos que passam por aqui e deixam seus comentários.

Voltem sempre e fiquem com DEUS!